Gesso Agrícola

O Gesso é utilizado como condicionador de subsuperfície e como fonte de nutrientes.

O que é?

Aliado da produtividade

O Gesso (CaSO4.2H2O) de fonte mineral/sedimentar é usado desde as eras Grega e Romana como fonte de nutrientes para os cultivos. Hoje, o Gesso assume um papel ainda maior graças a descoberta de outras potencialidades vitais para acompanhar a demanda por produtividade cada vez maior no contexto agrícola nacional e internacional.

Particularmente no Brasil, a gessagem (prática de aplicação do insumo) passou a ser usada na agricultura após a implantação de indústrias de ácido fosfórico e, consequentemente, do Gesso Agrícola, a prática se torna a cada dia mais importante, senão indispensável, para o manejo de solos já agricultáveis, como também em solos de cerrado, para onde as fronteiras agrícolas do País se expandem.

Como a solubilidade do Gesso Agrícola é 150 vezes maior que a do calcário e o sulfato (forma do Enxofre encontrada no Gesso) é muito eficiente na translocação de bases, é possível, através da gessagem, diminuir a toxidez por Alumínio em profundidade (uma verdadeira barreira química contra penetração das raízes), além de fornecer Cálcio, Magnésio e Potássio para camadas mais profundas do perfil do solo, possibilitando um grande incremento no sistema radicular, tornando as plantas mais resistentes à secas e mais produtivas.

Atualmente, o insumo permite a milhares de produtores rurais em todo país superar muitos dos obstáculos impostos pela expansão da agricultura, viabilizando rentabilidade e alta qualidade em solos de todo país!

* 46% da safra brasileira de soja, milho, arroz e feijão, por exemplo,
estão hoje localizadas em solos no Cerrado (EMBRAPA, 2004)

Características dos solos tropicais da América
Aliado da produtividade

 

O Gesso (CaSO4.2H2O) de fonte mineral/sedimentar é usado desde as eras Grega e Romana como fonte de nutrientes para os cultivos. Hoje, o Gesso assume um papel ainda maior graças a descoberta de outras potencialidades vitais para acompanhar a demanda por produtividade cada vez maior no contexto agrícola nacional e internacional.

 

Particularmente no Brasil, a gessagem (prática de aplicação do insumo) passou a ser usada na agricultura após a implantação de indústrias de ácido fosfórico e, consequentemente, do Gesso Agrícola, a prática se torna a cada dia mais importante, senão indispensável, para o manejo de solos já agricultáveis, como também em solos de cerrado, para onde as fronteiras agrícolas do País se expandem.

 

Como a solubilidade do Gesso Agrícola é 150 vezes maior que a do calcário e o sulfato (forma do Enxofre encontrada no Gesso) é muito eficiente na translocação de bases, é possível, através da gessagem, diminuir a toxidez por Alumínio em profundidade (uma verdadeira barreira química contra penetração das raízes), além de fornecer Cálcio, Magnésio e Potássio para camadas mais profundas do perfil do solo, possibilitando um grande incremento no sistema radicular, tornando as plantas mais resistentes à secas e mais produtivas.

 

Atualmente, o insumo permite a milhares de produtores rurais em todo país superar muitos dos obstáculos impostos pela expansão da agricultura, viabilizando rentabilidade e alta qualidade em solos de todo país!

 

* 46% da safra brasileira de soja, milho, arroz e feijão, por exemplo,
  estão hoje localizadas em solos no Cerrado (EMBRAPA, 2004)

 

Caracteristicas dos solos tropicais da América

Utilização

 

A raiz da eficiência
Um dos maiores diferenciais do Gesso Agrícola é a sua simples aplicação, associada a custos vantajosos para grandes e pequenos agricultores. Usando como implementos os mesmos aplicadores utilizados para outros corretivos (tratorizados ou automotrizes) o Gesso Agrícola normalmente é aplicado a lanço e em área total.

 

As exceções acontecem em áreas com presença de árvores ou com inclinação acentuada, casos em que é necessária a aplicação manual – e também em áreas com o manejo de “irrigação branca”, onde são utilizadas altas doses de gesso, aplicadas em faixas determinadas.

 

Outra vantagem do Gesso é sua solubilidade, que promove uma melhor distribuição de nutrientes no perfil do solo. Graças a estas características não existe a necessidade de incorporá-lo ao solo, facilitando seu manejo, com respostas fantásticas.

 

Já os efeitos residuais do insumo chegam a perdurar por duas ou três safras agrícolas quando utilizado como fonte nutricional de cálcio e enxofre, dependendo da dose utilizada.

 

Vale lembrar que é SEMPRE indicado uma análise prévia do perfil do solo, que leve em conta suas características químicas e texturais. Não deixe de consultar um Engenheiro Agrônomo de confiança para verificar a real necessidade do uso do Gesso em sua propriedade e como utilizá-lo bem para alcançar os resultados esperados.

Não é necessário o processo de incorporação.

Benefícios

A raiz da rentabilidade
Levar ao produtor os benefícios do Gesso é uma das principais missões da Nutrion. Relacionamos aqui alguns deles, reforçando a necessidade de conhecer bem as particularidades de cada cultura, o perfil do solo e a função desejada para o insumo, fatores que indicarão o tipo de análise de solo necessária e as doses a serem utilizadas.

 

Condicionador de Subsuperfície
A deficiência de Cálcio em solos tropicais, associada ou não à toxidez de Alumínio, muitas vezes ocorre não só na camada arável, mas também em subsuperfície. O uso do Gesso (com melhor índice de distribuição) possibilita o aumento dos teores de Cálcio e a diminuição da saturação por Alumínio, o que favorece o crescimento radicular, deixando as plantas mais resistente a pragas, doenças e situações de déficit hídrico.
Correção de Solos Sódicos ou com Excesso de Vinhaça
Os solos sódicos (notadamente no nordeste brasileiro) ou com excesso de vinhaça (ao redor de usinas sucroalcooleiras) são caracterizados pelo excesso de sais (sódio ou potássio) que prejudicam o sistema radicular das plantas, diminuindo seu rendimento final. A aplicação de Gesso Agrícola diminui a toxidez devido a substituição do sódio (ou potássio) adsorvido à argila pelo cálcio, para posterior lavagem do sulfato de sódio (ou sulfato de potássio) pelas águas de irrigação.

 

Efeitos Fertilizantes
O Gesso Agrícola pode ser utilizado como fonte de Enxofre e de Cálcio. O Enxofre desempenha funções vitais por ser componente de aminoácidos essenciais, proteínas, vitaminas e enzimas, além de participar no processo de fixação do N2 atmosférico. O Cálcio, por sua vez, é essencial para o crescimento apical das raízes e parte aérea, importante na qualidade de acabamento dos frutos e limitante de produtividade em plantas calcífilas, por exemplo, café, citrus, batata, tomate, etc.

 

Condicionador de Material Orgânico
A utilização do Gesso Agrícola, contendo 20% de Cálcio e 15% de Enxofre, ajuda na diminuição de perdas de amônia (NH3) em estercos, reduzindo os índices de perda de 56% para apenas 3%. O Gesso age também no enriquecimento em nutrientes (Ca e S), na redução do odor desagradável e no controle de certas doenças devido à ação antimicótica do Enxofre.

Benefícios

Raízes fincadas na rentabilidade
Muitas culturas já são beneficiadas hoje com os resultados expressivos da utilização do Gesso Agrícola durante o manejo do solo. Seus efeitos como condicionador e fonte de nutrientes já são considerados indispensáveis, por exemplo, para atender a demanda cada vez maior nas lavouras de cana-de-açúcar em todo sudeste e centro-oeste do país.

 

Resultados em outras culturas de grande relevância também já vêm ajudando o produtor a descobrir os benefícios do insumo. Lavouras de soja, milho, café, algodão, amendoim, pastagens forrageiras, silvicultura, citros e muitas outras, já possuem bons exemplos comprovados de grandes aumentos de produtividade e rentabilidade.

 

Em breve a Nutrion disponibilizará a seus clientes as vantagens, práticas de aplicação e uso do Gesso Agrícola nas culturas mais importantes do país. Fique ligado e confira nossas atualizações para entender um pouco mais sobre este aliado indispensável da sua lavoura!
VER TODOS OS NOSSOS PRODUTOS

Quem Somos

A AGRÍCOLA CANAÃ inicia suas atividades no ano de 2013 na cidade de Primavera do Leste, a cidade que é gigante em produção de soja, milho e algodão, no Estado de Mato Grosso que é um dos celeiros do mundo.

SAIBA MAIS
VER NOSSOS PRODUTOS